Como consultar o documento de carros e outros veículos?

consultar documento de carro
6 minutos para ler

Todo motorista já sabe: ter em mãos as principais informações sobre o seu veículo é fundamental. E em um mundo tão conectado, nada melhor do que poder consultar documento de carro online. 

Atualmente, essa modalidade vem sendo amplamente utilizada por quem deseja conferir se há multas, pendências e qualquer outra restrição ao nome do proprietário. Aliás, tal cuidado é essencial nos momentos em que há a intenção de vender e comprar o automóvel, garantindo mais transparência e segurança aos envolvidos na negociação. 

Mas, afinal, como essa consulta pode ser realizada? É preciso inserir muitos dados ao longo do processo? Para explicar melhor, fizemos um post exclusivo sobre o assunto. Você só precisa acompanhar a leitura e anotar nossas recomendações!

Como consultar documento de carro de modo simples e eficaz?

Desde 2020, a versão digitalizada do documento do carro, ou Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV), está disponível em todo o território nacional. Uma vez consultado, o material pode ser impresso em qualquer tipo de impressora caseira. Já a sua autenticidade deve ser garantida pelo QR Code, presente no próprio CRLV. 

Como isso acontece? É simples: assim como ocorre com a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) digital, o CRLV pode ser checado no próprio aplicativo: Carteira Digital de Trânsito (CDT), que pode ser baixado gratuitamente em aparelhos dos sistemas Android ou iOS

Aqui, é válido ressaltar que o CRLV é atualizado no app somente após o pagamento do Licenciamento e do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA). 

Com isso, além da possibilidade de acessar o material por meio do aplicativo, ele está devidamente liberado para análise no portal de Serviços do Departamento Nacional de Trânsito, popularmente conhecido como Denatran, assim como nos diferentes portais do Detran de cada região. 

Em tais plataformas, o proprietário do carro consegue imprimir uma cópia válida para ser levada na carteira. 

Atenção: mesmo conseguindo acessar o seu CRLV digitalmente, a legislação brasileira prevê que, ao sair do Brasil com o automóvel, o motorista precisa estar portando o documento em sua versão impressa. 

É possível conferir o CRLV em modo offline?

Outra boa notícia é que o CRLV pode ser acessado em modo offline. Ou seja, você não precisa estar conectado à internet. Nesse caso, é preciso que o usuário, por meio do aplicativo, gere previamente um documento em PDF, que contenha a sua assinatura digital. Tal arquivo consegue ser acessado mesmo naquelas situações em que você não está conectado à web. 

Os dados necessários

Para consultar seu CRLV, é preciso preencher alguns dados. Nesse sentido, recomendamos ter em mãos informações básicas e que constam em seu próprio documento. A mais importante delas é a placa do automóvel. 

Em seguida, outro dado que deve ser inserido é o código do Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam). Todo carro registrado nesse órgão possui uma numeração, formada por 9 ou 11 dígitos. Esse número também está presente no CRLV, na primeira linha do seu documento, do lado esquerdo. 

Dependendo do sistema, é provável que a plataforma solicite o número do chassi do automóvel. Como você deve saber, o chassi consiste na estrutura do carro, responsável por suportar a carroceria. Lá, há um código inscrito — o Número de Identificação do Veículo (NIV). 

Como consultar a situação de outros veículos pela internet?

Além de acessar o CRLV, você consegue consultar documento de carro de outra maneira. Qual? Por meio do site do Detran. Ao abrir o portal, é possível realizar uma consulta completa — basta acessar a página do órgão referente ao estado de origem do automóvel. 

Será preciso inserir alguns dados exclusivos do veículo, como o número da placa e o chassi. Para exemplificar, vamos mostrar um passo a passo para acessar os dados no site do Detran de São Paulo. Vamos lá!

  • Passo 1: acesse o site do órgão aqui;
  • Passo 2: escolha a opção “veículos”; 
  • Passo 3: acesse “débitos, restrições e vistorias”; 
  • Passo 4: defina se você deseja consultar o seu próprio automóvel ou veículos de terceiros; 
  • Passo 5: se decidir consultar o carro de outra pessoa, será preciso preencher o número da placa, assim como o código do Renavam; 
  • Passo 6: clique em “avançar”e confira a documentação desejada. 

Em outros Detrans, como o de Minas Gerais, será preciso inserir dados diferentes. Nesse caso, o site exige que o usuário adicione não somente o número da placa, como também o do chassi. Fique de olho!

As irregularidades que podem ser checadas

Ao consultar documento de carro, o usuário consegue conferir uma série de irregularidades vinculadas ao veículo. Entre elas, destacamos o furto ou roubo de veículo. Aliás, essas informações podem ser conferidas por meio do Sinesp Cidadão — um aplicativo criado pelo Sistema Nacional de Informações de Segurança Pública.

Aqui, é interessante ter em mente que um automóvel é considerado roubado quando o proprietário foi abordado por criminosos e, posteriormente, se viu obrigado a entregar o seu patrimônio. O furto, por sua vez, é quando o dono do carro não está presente no local e, assim, o automóvel é arrombado e furtado. 

É possível conferir se o veículo está irregular caso alguém tente vendê-lo no futuro. Isso acontece porque a pessoa que tentar fazer a negociação não estará registrada como proprietária do bem. 

Logo, fazer esse tipo de consulta é essencial, já que o comprador conseguirá evitar a compra de um veículo roubado ou furtado. Outra questão é que tal cuidado também é excelente para quem deseja descobrir se o automóvel é clonado ou não. 

Basicamente, os carros que passam por essa situação contam com placa, chassi e código do Renavam válidos — mas que foram devidamente copiados de outros veículos.

Viu só? Esperamos que, com essas recomendações, você tenha aprendido como consultar documento de carro e fugir de problemas no futuro. 

Lembre-se de que, ao seguir esses passos, é possível conferir se o automóvel possui débitos ou, até mesmo, se foi roubado. 

E se quiser continuar se aprofundando no assunto, aproveite para ler outro artigo sobre o seguro de veículos. A leitura é rápida e vale a pena!

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-