Planejamento financeiro pessoal para 2020: passo a passo para fazer o seu

planejamento financeiro pessoal
6 minutos para ler

Com o início de um novo ano também vem a busca por novas metas, desafios e evolução. Dentre esses pontos, se destacam a esperança de melhora na vida financeira ou a aquisição de bens. Para isso, é essencial elaborar um planejamento financeiro pessoal para que todos esses planos saiam do papel.

O maior erro das pessoas é simplesmente idealizarem alguma conquista mas não se prepararem para tanto. Imagine a aquisição de um carro, por exemplo. Só será possível adquiri-lo se houver uma organização das economias, pesquisa por opções de compra mais econômicas e seguras, dentre outras.

Ficou interessado em entender melhor como desenvolver um planejamento financeiro pessoal para o ano de 2020 e colocar em prática todos os seus objetivos? Então, este post é para você. Continue a leitura e confira o passo a passo!

Defina seus objetivos e metas

O primeiro passo para a elaboração de um planejamento financeiro pessoal é definir quais são os seus objetivos para o novo ano. Esse ponto é muito importante porque irá demonstrar quais serão as suas prioridades e de que forma você poderá se organizar para realizar os planos idealizados.

É essencial estar atento às metas planejadas. Objetivos quase impossíveis podem gerar um grande desconforto e causar desmotivação. Por isso, planeje alvos dentro da sua realidade e que possam ser conquistados. Caso você trabalhe duro e supere as expectativas de tempo, aí sim você pode potencializar o seu propósito e definir metas mais ousadas.

Com essas atitudes, você faz planos dentro do seu orçamento e define quais serão as suas prioridades — além de se motivar diariamente e de modo organizado a fim de conquistar seus desígnios.

Registre todos os seus gastos e receitas previstos

Outro ponto fundamental na hora de desenvolver um planejamento financeiro pessoal é organizar um registro de todos os ganhos e despesas pessoais, ou seja, você deverá elaborar uma tabela com tudo que você ganha, subtraindo o que você gasta para encontrar a sua receita líquida.

Quando uma pessoa se organiza financeiramente e registra os seus gastos, ela é capaz de entender perfeitamente como o seu dinheiro está sendo aplicado e identificar se isso está ocorrendo modo adequado ou não.

Por outro lado, quando você não se organiza e gasta de modo descontrolado, é possível que suas despesas superem os seus ganhos e você fique no prejuízo ao fim de determinado período. Além disso, quando você anota o que gasta é mais fácil identificar despesas que são desnecessárias e aquelas que você pode abrir mão em prol de objetivos maiores.

Faça um corte de gastos desnecessários

Para atingir objetivos que envolvem compras, como a aquisição de um carro novo, é muito importante saber que, em algum momento, será necessário conter gastos. Esse ponto é fundamental, pois é evitando despesas que haverá uma maior diferença entre o que é recebido e o que é desembolsado.

Mas não é preciso se desesperar — você não deixará de ter momentos de lazer, se alimentar ou se vestir bem. Os gastos contidos serão somente aqueles supérfluos e que podem ser eliminados do seu orçamento sem que isso cause nenhum tipo de prejuízo.

Outro ponto muito importante da contenção de gastos é a pesquisa de preços. Muitas vezes, alguns produtos ou serviços têm valores diferentes a depender do local em que se compra. Assim, analisando o mercado é possível economizar sem abrir mão da qualidade.

Com essas atitudes, você gasta aquilo que é necessário para viver bem e com conforto sem abrir mão de economizar e ser capaz de traçar objetivos maiores no novo ano.

Ajuste seus hábitos

Uma das maiores promessas nos inícios de ano tem a ver com a mudança de hábitos. Largar vícios, procurar uma vida mais saudável, dentre outros, são alguns dos planos que as pessoas fazem. No entanto, nem todos sabem que essa questão também pode ser essencial na elaboração de um planejamento financeiro pessoal.

Quando buscamos novos hábitos, passamos a traçar um estilo de vida diferente. Nesse ponto, a educação financeira pode ser a nova tendência em nossas vidas. Um grande exemplo dessa mudança é deixar o consumo desenfreado e o costume de comprar somente para adquirir status, pois é isso que diferencia pessoas bem-sucedidas daquelas frustradas na vida financeira.

Por isso, repense o seu modo de agir e como ele afeta a sua conta bancária. Mais uma vez, ressaltamos que não é necessário abrir mão completamente de momentos de lazer e de coisas que fazem bem para você. A ideia é somente avaliar o que é realmente importante e aquilo que você pode abrir mão, no seu modo de viver, em prol de objetivos pessoais e conquistas para você e sua família.

Esteja preparado para os imprevistos

Se há um ditado coberto de razão é aquele que diz que imprevistos acontecem. E outro fato com relação a isso é que, na maioria das vezes, eles ocorrem nos momentos mais inoportunos. Dessa forma, eles podem comprometer todo um planejamento anteriormente traçado.

Um dos maiores erros de quem elabora um planejamento financeiro pessoal é não reservar alguma quantia para os acontecimentos inesperados. Em muitos casos, o valor gasto com o imprevisto pode ser igual ou até superior ao economizado.

Por isso, não deixe isso acontecer com você. Desenvolva o seu planejamento contando com uma reserva capaz de suprir ou, pelo menos, amenizar prejuízos causados por acontecimentos fortuitos. Assim, despesas emergenciais não serão capazes de comprometer o seu orçamento e seus objetivos se manterão alcançáveis e no seu foco.

Neste texto percebemos que a realização de um planejamento financeiro pessoal é fundamental para que você conquiste seus objetivos no novo ano que se inicia. Para isso, utilize as estratégias que destacamos e, certamente, as suas metas serão acessíveis. Além disso, essa experiência renderá frutos positivos e um novo estilo de vida a ser adotado por você e toda a sua família.

Gostou de entender como fazer um planejamento financeiro pessoal em 2020? Então assine a nossa newsletter e receba conteúdos tão relevantes quanto este.

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-