Entenda a importância da manutenção do carro de forma periódica

manutenção do carro
6 minutos para ler

Fazer a manutenção do carro é fundamental para evitar prejuízos e mantê-lo sempre em ordem. Porém, não é preciso deixar que um problema fique pior para então tentar resolver. Você já ouviu falar da manutenção preventiva? Ela traz uma série de vantagens.

Ao longo deste texto vamos explicar o que é e o porquê de fazer a manutenção preventiva, de quanto em quanto tempo, que itens devem ser verificados e muito mais!

Por que fazer a manutenção preventiva no carro?

Antes de comprar um veículo, uma das coisas que levamos em conta é o preço. O segundo detalhe é se ele é um carro com manutenção barata, afinal, ninguém quer gastar mais do que pode, não é verdade? Porém, para que isso funcione e você não tenha prejuízos, é preciso ter atenção a um detalhe.

Por que deixar que um problema pequeno cresça e se espalhe por todo o veículo? É exatamente disso que trata a manutenção preventiva, ou seja, detectar falhas ainda no início. Por que isso é importante? Muitos componentes do carro dependem uns dos outros e, quando há desgaste em um, todos são prejudicados.

Como resultado, ao invés de trocar apenas uma peça com defeito, você acaba tendo que trocar várias. Fazendo inspeções periódicas em alguns itens do carro, é possível evitar que isso aconteça e economizar dinheiro sem descuidar da segurança, o que não é nada mal, não é mesmo?

Qual é a periodicidade ideal da manutenção?

Para que a manutenção do carro seja a mais satisfatória possível e traga menos custos, é preciso ficar atento ao prazo ideal para ela. É sempre uma boa ideia fazer uma revisão completa no veículo a cada seis meses ou 10 mil quilômetros rodados.

Também é muito importante fazer as revisões programadas pelas montadoras, principalmente para carros mais novos. Contudo, alguns itens mais simples como pneus, fluidos e a parte elétrica devem ser checados ao menos a cada 15 dias para evitar problemas mais sérios.

O que é verificado na manutenção preventiva?

Mas afinal, o que será que é verificado em uma boa manutenção do carro? Basicamente, tudo o que pode se transformar rapidamente em um grande problema ou que envolva um risco à segurança em caso de falhas. Vamos conhecer os principais itens?

Pneus

Como dissemos, os pneus precisam ser verificados pelo menos a cada 15 dias, mas eles também entram na lista da manutenção preventiva. A cada duas semanas, devemos olhar a calibragem e procurar por danos visíveis — como rasgos e deformações.

Na inspeção mais completa, é importante verificar se o desgaste dos pneus está de acordo com o esperado, ou seja, se não existem componentes “carecas” apenas de um lado, ou se o centro está mais liso. Em alguns casos, também é possível utilizar um scanner para verificar se tudo está correto internamente.

Suspensão

Se algo estiver errado com os pneus, ou a calibragem está incorreta ou algum item da suspensão está com problema. Por isso, ela é a segunda na lista de uma boa manutenção preventiva. Amortecedores defeituosos, falta de alinhamento, buchas ressecadas e até mesmo ajustes incorretos podem causar esse sintoma.

Porém, alguns defeitos não costumam dar sinais e é por isso que a manutenção preventiva da suspensão é tão importante. No caso da quebra de um eixo, por exemplo, você pode perder completamente o controle do veículo, principalmente se estiver em alta velocidade. Essa revisão também ajuda a identificar alguns barulhos no carro.

Óleo do motor

O motor é um item que merece atenção especial em qualquer manutenção do carro. Isso porque pequenas falhas podem crescer rapidamente se não foram corrigidas logo. É o caso do óleo. Se ele estiver com o nível baixo, sujo ou fora da validade, o propulsor vai sentir — e seu bolso também.

A maioria dos motores fundidos e problemas mecânicos no carro relacionados ao componente ocorrem justamente por falta de óleo. Esse não costuma ser um conserto barato. Por isso, sempre que for fazer qualquer revisão no carro, veja se o nível está correto e procure por vazamentos.

Fluidos de arrefecimento

Aproveite o momento para olhar o nível da água do radiador. Essa é outra grande causa de problemas no motor. Por isso, além de uma inspeção a cada 15 dias, é fundamental que uma revisão mais completa seja feita durante a manutenção preventiva.

Nesse caso, todo o sistema é verificado. Mangueiras ressecadas ou mal fixadas, furos no radiador e sensores com defeito são alguns dos itens que devem ter atenção especial durante uma revisão mais completa no carro. Também é nesse momento que o líquido de arrefecimento deve ser trocado, e não completado.

Freio

Um dos sistemas mais importantes para a segurança ao dirigir é o freio e, durante a manutenção do carro, é preciso que todos os itens dele sejam rigorosamente verificados. Durante uma inspeção mais básica, são olhados o nível do fluido e as pastilhas.

Porém, na manutenção preventiva, os cuidados são estendidos aos discos de freio, tambores, cilindros, pinças e mangueiras. A falha em um desses componentes — além de ser perigosa — pode provocar danos uns aos outros, pois eles trabalham em conjunto.

Sistema elétrico

Outro detalhe é o sistema elétrico. Normalmente, são verificados itens como luz de freio, setas, alarmes, sensores e fusíveis. Pode até parecer algo desnecessário, mas, nos veículos modernos, tudo é controlado pela eletrônica e uma pequena falha tende a causar muita dor de cabeça.

Um fio com mau contato, por exemplo, pode desabilitar um sistema importante como o controle de tração. Por isso, toda boa manutenção do carro tem de levar em conta o sistema elétrico. Mas existe um detalhe importante — ao instalar um alarme ou qualquer outro item que não venha de fábrica, é essencial que essa revisão seja antecipada para evitar problemas.

Filtros

Chegamos finalmente aos filtros, que também merecem atenção especial. O do ar-condicionado, por exemplo, pode trazer danos a saúde quando muito sujo. O do óleo e combustível são alguns dos responsáveis por manter um carro econômico gastando pouco. Por isso, eles entram na lista de verificação.

Manter a manutenção do carro em ordem é essencial para garantir que ele permaneça econômico e evitar dores de cabeça. Por isso, sempre siga os prazos de revisão recomendados pelos manuais e por especialistas. Essa é uma das formas de poupar dinheiro sem se colocar em risco.

Viu como cuidar da manutenção do carro não é tão complicado? Assine agora mesmo nossa newsletter e receba dicas valiosas em seu e-mail!

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-