Como saber se um site de leilão é seguro? Observe 7 sinais!

como saber se um site de leilão é seguro
6 minutos para ler

A opção de adquirir itens leiloados vem ganhando muito espaço nos últimos anos e isso foi reforçado pela recente pandemia, que aumentou a necessidade de distanciamento e, eventualmente, de isolamento social. No entanto, para que você possa comprar sem maiores riscos, é preciso atentar-se para como saber se um site de leilão é seguro.

Felizmente, existem alguns sinais que podem ajudar nesta identificação, tanto para reconhecer uma empresa idônea do segmento quanto outras que não estejam em consonância com a legislação, podendo até mesmo aplicar golpes. Quer aprender como fazer isso? Então, continue lendo este conteúdo!

1. Analise a reputação da empresa

O primeiro passo para saber se um site de leilão é seguro é analisar a reputação da empresa. Afinal, se ela não for das melhores, esse é um mau sinal. Atualmente, é muito mais fácil para clientes insatisfeitos se manifestarem e expressarem o seu descontentamento, até para que a instituição consiga reverter essa opinião ruim.

Outro ponto que você pode observar, para a sua própria segurança, é se a página traz o nome do leiloeiro, pois isso é praxe no segmento. Por outro lado, golpistas podem ser bastante convincentes, mas acabam pecando em algumas características, como o uso de leiloeiros responsáveis que, na realidade, estão ligados a outras instituições.

2. Cheque o Reclame Aqui e o Leilão Seguro

Falando em reputação da empresa e opinião dos clientes, existem entidades que atuam exclusivamente nesse sentido. No Brasil, uma das mais famosas e eficientes é o Reclame Aqui, um site que abre espaço para que o consumidor emita suas reclamações e para que as empresas enviem suas réplicas. A média por lá pode ser um bom indicativo.

Com relação ao setor leiloeiro propriamente dito, o Leilão Seguro parece ser uma excepcional fonte de informações. Trata-se de uma página criada para registrar endereços, telefones e outros dados maliciosos. Ele é atualizado todos os dias, colhendo também denúncias e registrando nomes de domínios falsos, com as datas nas quais eles foram registrados.

3. Verifique as características de sites falsos

Se você ainda não está convencido de que uma empresa é idônea, não há problema. Existem outras dicas para que você possa participar de um leilão sem chances de ser enganado. Uma delas consiste em verificar as características de sites falsos. Por melhor que seja a qualidade da empresa desonesta ou do golpista, existem alguns sinais que acabam escapando.

Um dos mais comuns acontece quando eles imitam a estrutura de páginas confiáveis, mas acabam pecando nos detalhes, como o excesso de lances ativos ou domínios que não contam com o “br” no final, caracterizando um site registrado no exterior. Isso é o totalmente proibido para gestoras do ramo. Portanto, nesse caso, fuja correndo e denuncie!

4. Busque por presença nas redes sociais

Você já deve saber que o Brasil é um dos países com maior número de usuários nas redes sociais. Sendo assim, é bastante natural que as empresas, independentemente do seu segmento de mercado, procurem marcar uma forte presença nessas mídias, não é mesmo? Por isso, se a leiloeira não contar com perfis institucionais, é provável que haja algo de errado. 

Na maioria das vezes, no próprio site da empresa existirão links para as suas redes sociais. Além disso, não deixe de observar o histórico de postagens e o engajamento dos contatos, para ver se não foi tudo criado recentemente, para aplicar golpes. Conteúdos relevantes e a presença de um blog, por exemplo, são ótimos sinais.

5. Avalie as formas de pagamento

Como estamos nos acostumando a comprar, cada vez mais, por meio da internet , é natural que também sejamos expostos a muitas modalidades diferentes de pagamento. Entretanto, existem alguns sinais que podem indicar que um site de leilão não é seguro. Não é comum, por exemplo, solicitar a quitação do arremate via transferência bancária.

Embora as melhores instituições do ramo possam ter representantes comerciais, eles também não solicitarão pagamentos diretamente por eles, muito menos, para contas de pessoas físicas. Tudo deve ser feito no nome da empresa e você deve checar todas as informações antes de pagar, tanto na página da organizadora quanto no boleto, se for esse o caso.

6. Desconfie de valores muito baixos

Todo mundo gosta de economizar um dinheiro e, muitas vezes, é por isso mesmo que procuram os sites de leilão. Por meio desta modalidade, é possível comprar carros de todas as marcas e modelos por valores baixos, propriedades por quantias muito abaixo do mercado e praticamente qualquer item, pagando consideravelmente menos.

No entanto, quando os preços estiverem muito abaixo, desconfie. Ofertas muito atraentes, mas que parecem irreais, podem realmente ser um golpe. Criminosos não hesitarão em fazer promoções supostamente imperdíveis para atrair a atenção das vítimas, uma vez que eles não têm compromisso com a verdade e sequer entregarão o produto.

7. Cuidado com pressões excessivas

Por fim, caso você não tenha seguido as dicas anteriores e prosseguiu com um leilão em uma empresa pouco confiável, ainda há uma maneira de observar um sinal de que você está caindo em um golpe: quando há uma pressão excessiva para que você faça o pagamento. Na realidade, o edital de cada leilão determina o prazo e é ele que deve ser seguido.

Para garantir um investimento seguro e sem problemas, fuja de quem prometer descontos a mais ou uma maior agilidade na liberação do item arrematado se você pagar o quanto antes. Em empresas realmente sérias, não há diferença saldar o valor logo após o fim da disputa ou depois de várias horas, desde que o limite estipulado não seja estourado.

Depois de conferir este conteúdo, você está por dentro de alguns dos principais sinais de como saber se um site de leilão é seguro ou não. Tome os cuidados necessários, mas não deixe de aproveitar todos os benefícios e excelentes preços que o segmento pode proporcionar.

Gostou de aprender como saber se um site de leilão é seguro? Quer comprar com uma empresa idônea e com credibilidade no setor? Então, não perca mais tempo e entre em contato conosco!

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-