Descubra agora como saber se o carro é de leilão

como saber se o carro é de leilão
6 minutos para ler

Ter um veículo para se locomover com mais facilidade no dia a dia ou mesmo para aproveitar melhor os momentos de lazer é uma meta para a grande maioria das pessoas, mas nem sempre conseguimos juntar dinheiro para isso. Diante dessa realidade, estar por dentro de como saber se o carro é de leilão pode ser um diferencial muito importante.

Esse é um mercado que não para de crescer e, até por isso, é fundamental desmistificar eventuais preconceitos que o segmento ainda possui, tendo em vista que, na verdade, ele é uma alternativa para comprar o modelo e a marca que você sempre sonhou, por um preço que você pode pagar. Continue lendo e aprenda mais sobre o tema!

Qual a diferença do carro de leilão e de uma loja comum?

Se você ainda não sabia disso, pode ter uma certeza: os carros procedentes de leilão podem ter absolutamente a mesma qualidade dos que são negociados em lojas comuns e são um excelente investimento. Outro ponto que vale ser ressaltado é que, ao contrário do que algumas pessoas acham, um veículo leiloado pode ser financiado e fazer seguro.

Muitas vezes, esses modelos vêm, justamente, de financiadoras cujos clientes se tornaram inadimplentes, deixando de pagar suas prestações, ou mesmo de frotas, sendo automóveis bastante novos e em excelente estado de conservação. Isso tudo, logicamente, por um preço que pode ser bem abaixo do praticado no mercado.

Afinal, como saber se o carro é de leilão?

Um dos motivos que mostra que o carro de leilão não pode ter o seu valor depreciado e nem ser desvalorizado para revenda é que não vem nada escrito sobre a sua origem no documento. Para descobrir se o veículo foi leiloado ou não, a pessoa precisa solicitar uma perícia veicular ou consultar o seu histórico. Veja abaixo como esses procedimentos funcionam.

Solicitar uma perícia veicular

A perícia veicular nada mais é do que um tipo de exame ou análise minuciosa, que é feita para atestar que um carro sofreu ou não alterações, que podem ser no chassi, nas placas, no motor ou mesmo na documentação.  

Geralmente, esse procedimento é feito por lojas, especialmente com a intenção de encontrar eventuais reparos estruturais que tenham sido feitos ao longo do tempo. No caso de um modelo proveniente de leilões, o processo é similar ao feito em qualquer veículo. A perícia só certificará o estado do automóvel.

Checar o histórico do veículo

Outra alternativa para quem quer insistir em saber se o carro é de leilão é checar o histórico do veículo e, nos dias de hoje, isso pode ser feito de diversas maneiras, sobretudo pela internet. Existem empresas e sites especializados no assunto, que cobram um valor específico para que realizem esse tipo de procedimento.

Ao informar a placa do carro, você poderá verificar a origem da compra e outros dados que podem ser interessantes, como indícios de sinistro, por exemplo. Dessa forma, a consulta indica se existem riscos de comercialização com base em vistorias já feitas, o que tende a não ser o caso dos automóveis leiloados.

Como funciona a avaliação de carros para revenda no leilão?

No leilão tradicional, temos produtos que são disponibilizados para venda pública e, para isso, precisam ser devidamente avaliados para que se chegue ao preço inicial do item colocado para compra. Ao contrário do que algumas pessoas pensam, esse é um trâmite comum, como seria feito por qualquer outra empresa vendedora.

Em se tratando de automóveis, os aspectos que são analisados são os mesmos que seriam em uma loja comum ou direto com o cliente, com a vantagem que os modelos leiloados acabam saindo por um valor mais em conta, que pode ser até cerca de 40% mais barato do que o de tabela. Confira abaixo alguns dos fatores que influenciam na precificação. 

Estado de conservação

O estado de conservação é um dos aspectos que mais pesam na hora de avaliar o preço de carros , estejam eles sendo negociados em leilão, por uma concessionaria ou mesmo diretamente com o proprietário. Afinal, um veículo bem cuidado, que não apresenta avarias aparentes ou deterioração dos seus componentes vale muito mais.

Nesse contexto, a quilometragem acaba fazendo também certa diferença, embora automóveis de donos cuidadosos possam ser até mais valorizados do que outros mais novos, mas que passaram por batidas, quebras ou mau uso. Sendo assim, é preciso ter olhos atentos e seguir sempre as orientações do fabricante da marca.

Existência de sinistros

Todo veículo está sujeito a passar por acidentes, sobretudo se considerarmos que vivemos em um país no qual os elevados índices de violência se refletem no trânsito. No entanto, é preciso considerar que, muitas vezes, eles não são graves e podem acometer apenas pequena parte do carro, como a pintura ou a estrutura externa.

Dessa forma, é possível se valer de consertos altamente eficientes, com técnicas que deixam com aparência de novo. A questão é que isso acaba influindo no preço, seja qual for o local de venda. No caso de leilões, a vantagem é que qualquer dano mais sério vem especificado no edital, trazendo mais segurança para o comprador, como exige nossa legislação.

Demanda do mercado

O interesse das pessoas na aquisição de um modelo, ou seja, a sua demanda no mercado, também é um fator que influencia no preço, esteja ele sendo vendido em leilão ou de qualquer outra maneira. A vantagem é que, mais uma vez, os veículos leiloados podem custar muito mais barato do que em concessionarias ou mesmo direto com o proprietário.

O carro é um verdadeiro sonho de consumo para boa parte dos brasileiros e muita gente anseia pela satisfação de tê-lo na garagem de sua casa. As opções que estão com pouca procura, enchendo os estoques das lojas e montadoras, naturalmente, tendem a ser um pouco desvalorizadas em sua avaliação, sobretudo com o passar do tempo.

Agora que você já aprendeu como saber se o carro é de leilão, vale à pena entender um pouco melhor sobre o setor, visto que ele confere a possibilidade de adquirir modelos e marcas que você sempre quis, por um preço muito menor que o de tabela.

Gostou de aprender como descobrir se o carro é de leilão? Então não deixe de conferir nosso guia para comprar carros em leilões!

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-