Infiltração na parede em épocas de chuva: o que fazer?

infiltração na parede
7 minutos para ler

Em épocas de chuvas fortes a infiltração na parede pode tirar o sono de muita gente. Porém, não é somente o clima que traz esse problema, e é possível evitar que ele aconteça ou, ao menos, minimizar os danos. Para isso, é fundamental prestar atenção aos sinais de que algo está errado e agir quanto antes.

Como fazer isso? Ao longo deste texto vamos mostrar como identificar uma infiltração na parede, quais são as causas mais comuns além da chuva, o que fazer para evitar e muito mais. Confira!

Como identificar uma infiltração na parede?

Se você busca comprar o seu imóvel, ter atenção aos detalhes é fundamental, principalmente em relação à infiltração na parede. Em épocas mais chuvosas esse problema costuma aumentar, principalmente devido a falhas na construção. Felizmente, é possível identificar alguns sinais de que algo está errado.

Paredes descascando e cheiro de mofo são sérios indicativos de infiltração, ainda que pequena. Mesmo quando tudo parece estar novinho e cheirando à tinta, dá para perceber esses detalhes. Agora, se o problema for maior, é possível notar manchas escuras, goteiras, pisos descolando, poças d’água em dias secos e, até mesmo, danos na parte elétrica.

Paredes estufadas também é um forte sinal de infiltração e, nesse caso, pode indicar algo mais sério. Se perceber qualquer um desses sintomas em sua casa ou ao visitar um imóvel para compra, procure por um especialista, pois esse é um problema que pode crescer rapidamente.

Quais são as possíveis causas para uma infiltração na parede?

Afinal, será que somente a chuva traz a infiltração na parede? Na verdade, não! Uma série de fatores pode causar isso, e os sinais que mostramos anteriormente costumam ser usados para identificar os possíveis culpados. Vamos ver o que pode levar a esse problema?

Vazamentos em tubulações

Os vazamentos em tubulações são responsáveis por muitas das infiltrações nas paredes, principalmente quando esse problema acontece em épocas mais secas. É relativamente fácil identificar se o encanamento é o culpado pelo problema. Normalmente, pequenas manchas escuras e isoladas aparecem.

No caso das chuvas, as manchas costumam ser maiores e próximas ao teto ou ao solo. Se a mancha estiver perto do banheiro, da cozinha ou da área de serviço e forem em uma parede interna, a chance de ser um vazamento é bem grande.

Outro detalhe é importante para essa verificação: percebeu que a conta de água está vindo um pouco mais cara e o consumo aumentou sem nenhuma justificativa? É praticamente certo que a fonte da infiltração na parede seja um vazamento na tubulação. Porém, se você não notou essa diferença na conta, a falha pode ser em outro lugar.

Impermeabilização malfeita

Em alguns casos, a água até vem desses lugares, mas nem sempre a causa é um vazamento no encanamento. Essas regiões costumam ser úmidas, principalmente a área de serviço e o banheiro. Por isso, é necessário um bom isolamento e a correta impermeabilização tanto do piso quanto das paredes.

Quando malfeita, você pode perceber manchas escuras e descolamento do piso, além de pequenas poças de água, mesmo em dias com pouca chuva. É muito importante ter atenção a esse detalhe. Se a fonte da água não for o clima, a possibilidade de um vazamento ou falha da impermeabilização é bem grande.

Telhas quebradas

Percebeu que as manchas ficam piores quando chove? Podem ser basicamente três coisas:

  • telhas quebradas;
  • paredes trincadas;
  • fundações rasas sem impermeabilização.

No caso das telhas quebradas, os sinais costumam ser bem claros. Além das manchas próximas ao teto, é possível perceber um forte cheiro de mofo, afinal, esse problema geralmente é percebido quando já existe uma grande quantidade de água empoçada. Contudo, um dos sintomas é a chave para saber se esse é o caso: goteiras.

Paredes trincadas

Paredes trincadas também podem trazer exatamente os mesmos sintomas, mas, normalmente, as manchas escuras ficam mais distantes do teto da casa e, em vez de pingos vindos de cima, é possível notar água escorrendo pelas paredes. Felizmente, esse é um problema mais simples de ser resolvido.

Se for em uma casa, é possível fazer uma vistoria e procurar por rachaduras. Uma vez que elas tenham sido encontradas, existem formas de corrigir o problema. Caso a infiltração na parede seja em um apartamento, é preciso tomar outra atitude. Mas, calma, já vamos falar sobre isso!

Fundações rasas sem impermeabilização

Um dos problemas mais sérios em relação à infiltração na parede é quando as fundações rasas estão sem impermeabilização. Não entendeu? Vamos explicar! Os imóveis são construídos sobre o que chamamos de vigas baldrames, que são basicamente estruturas que ficam entre a casa e o solo.

Na construção, é fundamental que essa estrutura receba uma proteção contra umidade. Quando isso não é feito, o piso pode começar a descolar e até afundar. Além disso, é possível perceber manchas no rodapé das paredes e, até mesmo, um esfarelamento. Por ser a base do imóvel, corrigir essa falha tende a ser bem complexo.

O que fazer no caso de infiltrações?

Percebeu um dos sinais de infiltração na parede? Calma, existem algumas formas de corrigir o problema. Porém, antes de tudo, vale a pena deixar claro que alguns serviços de reparo têm de ser feitos por especialistas. A manutenção de uma telha quebrada, por exemplo, pode ser perigosa para alguém sem conhecimento.

Verifique se não existem rachaduras no lado externo das paredes

Como mencionamos, o primeiro passo é identificar de onde a água está vindo. É da chuva, vem de fora ou de dentro? Existem paredes rachadas ou telhas quebradas? Essas dicas valem para casas ou apartamentos. O que muda é a forma como o problema é corrigido.

O problema é em uma casa? Se forem pequenas trincas, você mesmo pode fazer o serviço. Existem alguns materiais semelhantes a tintas que servem para impermeabilização e costumam resolver as infiltrações mais simples. Porém, se não tiver certeza, chame um especialista. A questão é em um apartamento seu ou em que você tenha interesse de adquirir? Dá para resolver também.

Entre em contato com o síndico caso o problema seja em um condomínio

Mesmo nos pequenos condomínios, existe um responsável por corrigir os problemas relacionados ao prédio: o síndico. Nos maiores, também é comum a presença do zelador, responsável direto pela manutenção e pela correção desse tipo de falha.

A primeira atitude a ser tomada após identificar a infiltração é entrar em contato com um dos dois responsáveis pelo condomínio. Se o problema for externo, ou seja, causado por uma telha quebrada ou parede trincada, por exemplo, o prédio é quem precisa fazer o reparo, e você não tem de pagar nada, afinal, isso já é previsto na taxa cobrada mensalmente.

Como prevenir a infiltração na parede?

Será que existe uma forma de evitar tudo isso? Na verdade, uma não, várias! Investir na impermeabilização de paredes externas e lajes, fazer ou cobrar vistorias regulares no telhado e acompanhar de perto o consumo de água são apenas algumas das formas de se prevenir.

Quer outra dica? Se você quiser ficar tranquilo em relação à infiltração na parede e não esquentar a cabeça ao comprar o seu imóvel, mantenha um bom planejamento financeiro. Imprevistos podem acontecer e, estar preparado é a melhor maneira de passar por isso sem estresse.

Fique atento aos sinais de infiltração na parede e, sempre que perceber algo, resolva o quanto antes, afinal, quanto mais tempo o problema persistir, maiores serão os gastos com os reparos. Afinal, a chuva é nossa aliada e não pode ser uma fonte de dores de cabeça, concorda?

Gostou das nossas dicas? Então, saiba agora quais são os erros mais comuns na reforma de apartamento!

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-