O consórcio de imóvel vale a pena? Entenda vantagens e desvantagens

consórcio de imóvel vale a pena
6 minutos para ler

O mercado de imóveis está sempre sendo movimentado por compras, vendas e investimentos, e muitos dessas transações são feitas por pessoas que querem sair do aluguel e conquistar a sua casa própria. Para isso, existem diversas formas de adquirir esse bem, entre elas o consórcio. Mas será que consórcio de imóvel vale a pena?

Todo mundo já ouviu falar pelo menos um pouco sobre o que é um consórcio, não é mesmo? Afinal, essa modalidade de compra é muito comum entre pessoas que querem comprar um carro. E para a compra de um imóvel, funciona quase da mesma forma.

Se você não sabe muito bem sobre como funciona um consórcio e se ele realmente vale a pena para comprar imóveis, continue por aqui para entender um pouco mas sobre o assunto, além de saber quais são as vantagens e as desvantagens dessa modalidade de compra. Vamos lá?

Como funciona um consórcio de imóveis?

Um consórcio para imóveis nada mais é do que um grupo de pessoas interessadas em comprar um imóvel, que se reúnem, mas não têm o capital suficiente para fazer esse tipo de investimento. Então elas aderem ao consórcio e vão pagando mensalmente as parcelas referentes a essa possível compra.

Todos os meses são realizadas assembleias para o consórcio, nas quais os participantes do grupo concorrem em um sorteio. A pessoa sorteada poderá ser contemplada para a compra do imóvel. Esse bem tem o seu valor predeterminado no momento da contratação do consórcio.

Para participar de um consórcio, você deve estabelecer o valor do crédito e o número de parcelas que vai pagar, bem como um prazo. O contrato contém cláusulas a respeito de um possível reajuste e regras que o contemplado deve seguir, bem como taxas, direitos e deveres tanto do consorciado quanto da administradora.

Também é possível dar lances, que podem chegar a 25% do valor do crédito. Se o lance do consorciado for aceito, ele poderá ser contemplado antes do sorteio, sendo liberada então a carta de crédito para a compra do imóvel.

Quais são as vantagens e as desvantagens do consórcio?

Para entender se um consórcio imobiliário realmente vale a pena, é importante analisar um pouco as vantagens e as desvantagens dessa modalidade.

Vantagens

Uma das características mais lembradas a respeito da compra de imóveis por meio de um consórcio é a inexistência de cobrança de taxas de juros. Isso acaba sendo uma vantagem para o comprador, afinal de contas, essa modalidade é voltada para juntar o dinheiro com as parcelas pagas para adquirir a casa à vista.

Dessa forma, o comprador está livre dos juros sobre o crédito contratado, como é feito quando alguém vai financiar uma casa. Portanto, olhando por esse lado, é uma boa alternativa para quem quer fugir dos altos juros cobrados pelas instituições financeiras que oferecem a carta de crédito.

E outra vantagem é a possibilidade de contemplação antes do fim do consórcio, de modo que você pode já conseguir o dinheiro necessário para a compra do bem. Porém, isso não é nada garantido e o comprador deve contar com a sorte ou então dar algum lance.

Desvantagens

Existem diversas desvantagens que acabam inviabilizando a escolha dessa alternativa para comprar um imóvel. A primeira delas é que o consórcio é como uma poupança forçada em que você deposita um valor mensal, mas não colhe os rendimentos. Ou seja, você está ali juntando um dinheiro sem saber quando poderá utilizá-lo.

O consórcio também traz um risco bem grande para o comprador, que está participando de um grupo com pessoas que não conhece, assumindo os riscos no caso de inadimplência. Isso porque a parcela de pagamento é utilizada para contemplar um ou mais membros do grupo. Um consórcio só funciona se todos estiverem comprometidos em pagar as parcelas em dia.

Além disso, mesmo não tendo as taxas de juros utilizadas em bancos, no consórcio há uma taxa administrativa, que é voltada para a administração do dinheiro do grupo, de forma a garantir que o mecanismo funcione corretamente.

Um consórcio também pode demorar bastante, pois, dependendo do valor estabelecido para o imóvel e o número de parcelas, você vai conseguir o seu bem depois de muitos anos, caso não seja contemplado no início ou não tenha dinheiro suficiente para dar um lance.

Essa modalidade é um investimento duradouro e não funciona para pessoas que querem comprar um imóvel de forma mais rápida. E se o comprador não tem paciência para poupar dinheiro, vai ter paciência para esperar ser contemplado?

Portanto, o consórcio traz desvantagens que mostram que não vale a pena realizá-lo, ainda mais se você tem pressa para sair do aluguel e quer ter logo o seu cantinho e construir um patrimônio. Assim, é importante conhecer outras alternativas para adquirir a sua casa própria.

Existe uma boa alternativa ao consórcio?

Se você quer uma forma de comprar o seu imóvel que seja mais rápida que um consórcio e não traga muitos juros como um financiamento imobiliário, conte com o leilão de imóveis.

Trata-se de uma forma bem mais prática de se adquirir casas, apartamentos e até mesmo imóveis comerciais. Os bens são ofertados por pessoas que querem vender de forma mais fácil ou então quando há algum impedimento judicial ou processo na justiça.

Dessa forma, os imóveis têm preços bem abaixo do que é cotado no mercado imobiliário, aumentando ainda mais as chances de se fazer um bom negócio. Para participar, você deve dar lances para a compra do bem, e aquele que atingir ou chegar mais perto do limite estipulado para a venda, leva o imóvel.

Esses leilões são feitos por empresas especializadas, que oferecem as casas e recolhem os lances. Inclusive, existem até os leilões online, que permitem participar de forma virtual, sem ter que comparecer pessoalmente em um leilão.

Ou seja, os leilões de imóveis são uma excelente alternativa ao consórcio, não é mesmo? Além de bastante vantajosos, trazem preços bem mais em conta, e você não precisará gastar muito na compra da sua casa própria.

O que achou do nosso conteúdo? Viu que um consórcio de imóvel pode não valer a pena? Então aproveite para conferir o artigo em que explicamos tudo sobre leilões de imóveis!

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-