o que significa renavam o que significa renavam

O que significa Renavam e como fazer a consulta?

6 minutos para ler

Você sabe o que significa Renavam? Renavam é o Registro Nacional de Veículos Automotores. O número do registro é composto por 11 dígitos. É importante conhecer bem as características do dado para não o confundir com o número do chassi.

Por meio do Renavam é possível fazer uma pesquisa aprofundada de todo o histórico do automóvel, basta acessar o site dos órgãos públicos de trânsito. Vale ressaltar que os números de Renavam são diferenciados para cada tipo de transporte, como carros, caminhões, motos etc. 

Neste artigo, vamos mostrar como fazer a consulta do Renavam para ficar bem-informado sobre a “vida” do veículo. Acompanhe!

Pesquisa de débito pendente

A princípio, o primeiro passo para fazer qualquer consulta sobre veículo, seja de quatro ou duas rodas, é saber onde encontrar o número do Renavam. Esses dígitos estão localizados no CRLV (Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo) ou no CRV (Certificado de Registo de Veículo). 

São dois documentos úteis e muito parecidos, em que a numeração está exposta no mesmo lugar, ou seja, acima do campo em que está o nome do proprietário. Ele consta no espaço em que está escrito “Cód. Renavam”.

Antes de fazer a compra de um carro usado é necessário que o cliente obtenha diversas informações sobre o veículo que está adquirindo. É papel da empresa avaliar se o automóvel tem algum débito vinculado ao nome do proprietário anterior. Quando a busca é feita por meio do Renavam fica mais fácil encontrar débitos de: 

  • IPVA;
  • DPVAT;
  • multas de trânsito.

No caso de atraso de pagamentos de multas, é importante ter o número da placa do carro e do Renavam para emitir uma segunda via, e assim, quitar o valor. Essa é uma regra que todos os órgãos do Detran determinam para que a busca seja segura, pois qualquer erro de digitação pode impossibilitar a verificação.

Para consultar mais registros sobre o veículo, o revendedor pode acessar o site da Secretaria da Fazenda Estadual e analisar o Renavam para descobrir se existem tributos atrasados e débitos inscritos na dívida ativa.

Investigação da procedência do veículo

Antes de comprar um carro usado, é fundamental saber qual a procedência do automóvel, isso ajuda a entender o motivo pelo qual o veículo está disponível para negociação.

São diversas as situações em que as lojas recebem produtos para comercializar futuramente, como para colocá-los em leilão ou mesmo para transacioná-los por um preço mais acessível no mercado. Por essa razão, fazer uma consulta profunda nos órgãos públicos é uma forma segura e completa de saber de onde e de quem o veículo veio.

O Renavam também é muito útil para as empresas que costumam fazer vistorias nos sistemas que oferecem informações sobre esses veículos, para descobrir se o transporte:

  • passou por algum roubo;
  • teve passagens por leilões;
  • sofreu perda total;
  • teve indenização total ou parcial;
  • houve pagamento ao segurado;
  • foi recuperado de financiamento;
  • foi recuperado de sinistro;
  • foi apreendido no trânsito.

Checagem de bloqueios judiciais

Ao fazer uma consulta ampla no Detran e no Denatran, é possível constatar se o automóvel está com bloqueio judicial. É uma ação decorrente de uma ordem judicial, que tem como solução para o problema a penhora do transporte. Isso significa que o proprietário entrega a condução como garantia de uma dívida gerada há algum tempo, em decorrência de algum processo, como falência, dívida comum ou trabalhista, divórcio, acidente de trânsito e outras situações.

Licenciamento atrasado

A comprovação do pagamento de licenciamento do veículo, é um dos itens que devem ser investigados, para que a revenda do carro esteja alinhada para o repasse. A quitação também costuma ser observada quando o empreendimento pretende disponibilizá-lo para participar de leilão. Essa pesquisa pode ser feita facilmente ao acessar o sistema de trânsito e informar o Renavam do transporte.

O licenciamento do veículo é um documento que deve estar mensalmente em dia. Durante uma blitz, por exemplo, o pagamento do licenciamento é um dos itens observados. A quitação mensal desse documento evita o guinchamento do automóvel e o longo processo burocrático para que o transporte seja liberado. 

Além de todos esses procedimentos, dependendo do número de parcelas em atraso, o valor a ser quitado pode ser bem dispendioso para o proprietário. Por isso, é importante fazer uma pesquisa periódica. Isso ajuda, também, no momento em que houver a intenção de vender o veículo ou usá-lo como entrada em um veículo novo. 

Análise completa

Normalmente, as empresas, revendedores e pessoas costumam fazer uma pesquisa bastante profunda para verificar, na íntegra, todos os processos que o veículo passou no decorrer do tempo de sua atividade. Para isso, é interessante acessar um passo a passo ao entrar no Portal de Serviços do Denatran e atender aos seguintes comandos:

  1. acesse o portal e faça login ou crie uma conta ao fornecer o CPF e criar uma senha. Basta clicar em “criar conta”;
  2. preencha todos os campos com atenção, inclusive observe o número de dígitos do Renavam, placa, CPF ou CNPJ do proprietário e acione a função “prosseguir”;
  3. ao acessar o passo seguinte, você vai se deparar com solicitações específicas sobre o veículo, como cor, modelo, ano, chassi e outras informações;
  4. caso deseje consultar se existem informações sobre multas ou furto, você deve optar pela função “situação do veículo”;
  5. também é possível saber quem é o condutor principal do veículo. Para obter essa informação, você pode acessar a seção “principal condutor”.

Vale ressaltar que, apesar de em toda federação brasileira ter um sistema de trânsito, a consulta não é feita da mesma forma em todos os estados ou municípios. Mas, em geral, a pesquisa inicia pela seção “consultar veículo”, ou algo que remeta a essa nomenclatura. Em seguida, os dados são solicitados, dentre eles o Renavam, número da placa etc.

Agora que você já sabe bem o que significa Renavam, ficou mais fácil compreender que, sem ele, é quase impossível checar informações precisas e necessárias de qualquer transporte. O registro de identidade é indispensável para conhecer a situação atual do veículo antes de ser disponibilizado para venda, leilão ou mesmo para liberar o seu uso quando comprado 0 km.

Gostou de conhecer sobre o Renavam e descobrir como ele é importante? Você pode ficar informado sobre mais assuntos relacionados ao processo de revenda de veículos ao curtir a nossa página no Facebook.

Posts relacionados

Deixe uma resposta