preço do carro novo preço do carro novo

Preço do carro novo: por que está tão alto e qual a solução?

6 minutos para ler

O projeto de vida de obter um carro novo não é uma situação impossível, mesmo diante da realidade financeira em que o Brasil se encontra. Nos últimos três anos, o preço do carro novo subiu, em média, 44%. Carros que custavam R$ 35 mil, atualmente, estão no valor de R$ 45 mil ou mais.

Segundo as circunstâncias que movem a economia do país, a tendência é de que os preços dos veículos continuem a subir ainda mais. No entanto, para as pessoas que desejam e têm a necessidade de adquirir o carro zero quilômetro sempre tem uma solução.

Quer saber quais são os motivos que levaram o preço do carro novo a subir de forma desordenada? Então, continue lendo este artigo!

Inflação

A inflação no Brasil tem se elevado de forma bem considerável nos últimos anos e vem afetando todos os ramos, como automobilístico, alimentício, imobiliário e tantos outros. A perspectiva para a taxa Selic se posicionou em 13,25% para o final do ano de 2022, mesma média do mês de maio, e 9,75% previsto para 2023, vindo de 9,25%. O Banco Central (BC) atualizou parcialmente as medianas das perspectivas dos economistas para o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), o PIB (Produto Interno Bruto), a (Selic) taxa de juros e o câmbio em 2022 e 2023. 

O que foi detectado no início do mês de junho deste ano (2022) é que a média das expectativas para a inflação oficial no Brasil ficou estabelecida em 8,89% até o fim do ano e, provavelmente, 4,39% em 2023.

Diante de todo esse fluxo inflacionário, o preço do carro novo continua em alta, porém, não é distante a possibilidade de comprar um dos modelos presentes no mercado. Sendo assim, participar de leilões é uma ótima estratégia para adquirir um carro zero quilômetro com preço mais baixo. O interessado pode procurar uma empresa que oferece financiamento de automóveis novos via leilão

Conheça mais sobre leilões

Algumas pessoas sentem-se inseguras por terem muitas dúvidas sobre como os leilões funcionam. Eles acontecem por meio de algumas regras que os fazem ser uma atividade segura e confiável. Nos leilões as compras são à vista, paga-se uma comissão ao leiloeiro, não deve haver pendência para retirar o carro, todas elas constam no lote de venda. Nessa modalidade de compra, o participante que der o maior lance adquire o veículo. Isso acontece quando a proposta de valor do vendedor é alcançada. 

Tipos de leilão

É interessante que você conheça, pelo menos, as principais categorias que são mais ativas nos leilões de veículos. Isso é importante porque cada uma tem as suas peculiaridades, que ajudam o interessado a fazer um bom negócio. Conheça:

Vantagens de comprar carro em leilão

A principal vantagem de comprar um carro novo ou usado via leilão é adquirir um veículo normalmente em bom estado de conservação por baixo preço e sem dívidas futuras, pois o pagamento é feito de uma única vez. 

Por haver diversos tipos de leilão, que podem ser realizados por diferentes instituições, a possibilidade de encontrar veículos de várias marcas, cores e anos oferece ao interessado na compra um poder de escolha muito grande. Além do mais, em muitos leilões o comprador pode encontrar carros novos, seminovos ou usados vendidos com um valor 30% a 50% menor que a tabela atual. 

Tecnologias

Os avanços tecnológicos têm tornado os diversos tipos de veículo em máquinas bem projetadas e confortáveis, com funções que auxiliam seus proprietários e passageiros em diversos aspectos, como vidros totalmente automáticos, airbags, flexibilidade etc. Com isso, as montadoras reforçam seus investimentos em recursos e funções tecnológicas que despertem a atenção dos consumidores para atraí-los à compra.

Devido a essas iniciativas, as montadoras tomam decisões que consideram mais adequadas para a realidade do mercado. O economista e coordenador dos cursos automotivos da Fundação Getúlio Vargas, Antonio Jorge Martins, afirma que as decisões das montadoras, a partir de 2021, é de darem lucro e fomentar seu caixa. Ressalta ainda que, a falta de semicondutores direcionou as marcas a darem prioridade para os seus carros mais tecnológicos e, por esse motivo, não haverá mais carros populares.

Impactos da pandemia

Um dos maiores responsáveis pelo aumento dos preços dos veículos foi a pandemia causada pelo novo Coronavírus, que provocou a Covid-19 em contexto mundial. Ela teve início em 2020, desde então afetou a cadeia de produção de automóveis que funcionava a todo vapor há décadas.

Antes da pandemia, os modelos de carro eram fabricados em grande escala rotineiramente, pois tinham suas matérias-primas disponíveis a qualquer momento. O período pandêmico fez com que o índice de semicondutores, que é uma peça fundamental para a produção, ficasse bastante escasso no mercado. 

Esse fator levou a baixa de fabricação, a redução de disponibilidade de veículos nas agências de venda e, como consequência, a grande elevação dos preços dos automóveis no mundo. Isso porque grande parte dos veículos são fabricados em países como a China e EUA e, até mesmo, na Eslováquia. 

Falta de mão-de-obra

A elevação dos números de pessoas contaminadas pela Covid-19 ocasionou na paralisação das atividades nas montadoras de veículos. A pandemia provocou grande impacto na mão-de-obra das empresas, que deixaram de fabricar veículos por algum tempo. Juntamente com a falta de componentes essenciais para a fabricação, os valores dos veículos tiveram aumentos exorbitantes em todo o contexto mundial. No período mais intenso da pandemia, muitas empresas deram férias coletivas para os funcionários, licenças e muitas atividades passaram a ser feitas em home office.

Viu como as razões que fizeram o preço do carro novo ficar tão elevado apontam mesmo que os valores tendem a não baixar, pelo menos, neste ano? Mas, caso você deseje mesmo comprar seu carro por um preço baixo, isso é possível ao participar de um leilão. Essa forma de compra também é uma excelente oportunidade para quem precisa comprar veículos para revenda.

Achou que o conteúdo foi relevante? Você pode ter mais informações sobre veículos ao nos seguir nas redes sociais. Estamos presentes no Facebook, Instagram, LinkedIn, Twitter, YouTube e TikTok.

Posts relacionados

Deixe uma resposta