Financiar carro em leilão é possível? Entenda aqui

financiar carro em leilão
6 minutos para ler

Mais do que um item de luxo ou um elemento de status social, ter um veículo é algo importante se você deseja oferecer mais comodidade e qualidade de vida para a sua família, sobretudo se vocês vivem em um grande centro urbano. Por isso, compreender se financiar carro em leilão é possível pode ser muito interessante.

Essa é uma alternativa pouco conhecida do público comum, uma vez que existem muitos mitos e inverdades que são difundidos sobre itens leiloados. O fato é que, se você souber escolher e tiver olhos atentos, é elevada a probabilidade de conseguir uma barganha. Continue lendo o artigo e descubra como fazer isso!

Afinal, financiar carro em leilão é possível?

A resposta para essa pergunta é um sonoro e redundante sim! É perfeitamente possível financiar um carro comprado em leilão. Embora essa circunstância possa parecer um pouco menos no mercado, acredite: existe um grande volume de automóveis que são leiloados dessa maneira e essa pode ser uma opção muito interessante para você.

Em outras palavras, isso que dizer que devemos ter em mente que o simples fato do histórico de leilão, por si só, não é nenhum impeditivo e o seu próprio perfil contará muito mais do que a origem do veículo na hora de obter ou não o crédito!

Por que devo financiar um carro em leilão?

Ainda que você seja economicamente muito controlado e tenha metas financeiras bastante claras, nem sempre é fácil juntar o dinheiro necessário para comprar o carro que você deseja, não é mesmo?

O leilão, por sua vez, também abre uma grande janela de oportunidades, uma vez que os itens disponíveis podem oferecer excelente qualidade, por uma quantia bem abaixo da que está sendo praticada no mercado. O carro de leilão tende a ter preços que chegam a ser 30% mais baixos do que os que são praticados habitualmente no mercado. 

Como posso financiar um carro de leilão?

Como dissemos acima, o fato de o carro ser leiloado, por si só, não significa que ele não pode ser financiado. No entanto, é preciso ter consciência de que não serão todos os bancos e financeiras que vão liberar facilmente crédito, uma vez que as instituições avaliarão diversos aspectos, como o perfil do cliente como pagador.

Pode ser, por exemplo, que uma empresa exija uma entrada mais alta. Outra questão que costuma ser avaliada é a idade do item, sendo que o mais comum é que o veículo não possa ter uma data de fabricação muito antiga. Alguns bancos trabalham com prazo máximo de 15 anos, enquanto outros se limitam a 10, por exemplo.

Por outro lado, certas instituições não aceitam financiar automóveis sinistrados, especialmente aqueles recuperados de uma colisão muito significativa ou de perda total. A documentação também conta na análise: a papelada deve estar impecável, em nome do solicitante e sem pendências, como multas ou débitos no IPVA.

Vencidas essas exigências, o processo não é muito complexo. É o seu histórico que faz mais diferença e, se o seu cadastro não tiver problemas, normalmente é liberado o empréstimo. Um bom relacionamento com o banco, contas antigas e emprego formal também são itens que podem contar a seu favor.

Quais os tipos de carros que vão a leilão?

Os carros que vão a leilão podem ser dos mais variados estilos, modelos e marcas, contemplando quase a totalidade de opções disponíveis no país. Isso acontece porque é comum que as instituições credoras recuperem veículos de inadimplentes, colocando-os à venda. Confira abaixo quais são os tipos.

Carros seminovos

Um dos grandes destaques de leilões, sejam eles presenciais ou pela internet, são os carros seminovos. Eles são a maioria dos que são recuperados por bancos e financeiras, quando o cliente não paga as prestações do empréstimo. São veículos de alta qualidade, que podem ser justamente o que você sempre sonhou, por um preço bem atrativo. 

Carros sinistrados

Os chamados carros sinistrados costumam causar medo no cliente comum, mas eles também podem ser uma opção interessante. Esses são os veículos provenientes de recuperação de seguradoras, sobretudo após roubos e furtos. Eles podem estar em perfeito estado ou com colisões. Vale, portanto, checar a análise do leiloeiro e a descrição do produto.

Carros em estado de sucata

Não podemos deixar de falar sobre as sucatas, pois elas estão presente no universo dos leiloes. Logicamente, elas não entram na possibilidade comum de financiamento automotivo, pois não estão em condições de uso. Porém, esse pode ser um segmento bastante lucrativo, por meio da venda de peças ou do mercado de reciclagem.

Por que contar com uma empresa especializada?

Agora que você já entendeu melhor como funciona o financiamento de um carro comprado em leilão, vamos falar um pouco sobre uma ajuda que pode trazer muito mais segurança para a sua compra: uma empresa especializada no ramo. Qualquer aquisição de itens de valor mais elevado merece atenção, até para que o seu dinheiro seja bem usado.

Uma instituição que esteja sediada no ramo leiloeiro e que tenha boa expertise no assunto é uma garantia de que você não vai perder o seu investimento, sobretudo com problemas de documentação ou irregularidades jurídicas, proporcionando aos clientes negócios com total credibilidade, honestidade e excelência.

Depois de conferir este artigo, você pôde perceber que financiar carro em leilão é possível. Essa modalidade possibilita valores bastante atrativos e, ao contrário do que muitas pessoas pensavam, tende a proporcionar modelos e marcas de alta qualidade, por um preço que você pode pagar sem comprometer a sua vida financeira!

Gostou de aprender como financiar um carro em leilão não só é possível como pode ser justamente a oportunidade que você precisava para comprar o veículo que você sempre sonhou? Quer contar com ajuda de uma empresa que realmente entende do segmento? Então entre em constato conosco e conheça nossas opções de veículos!

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-