Conheça os principais tipos de apartamentos existentes no mercado

tipos de apartamentos
6 minutos para ler

O mercado imobiliário está cheio de boas oportunidades para as pessoas aproveitarem, tanto compradores comuns que sonham em ter a casa própria quanto os grandes investidores do ramo. Porém, durante esse processo de aquisição é importante saber diferenciar os imóveis para poder escolher corretamente — afinal de contas, são diversos os tipos de apartamentos espalhados por aí.

A maior variação dentro do mercado são realmente os tipos, sendo cada um atraente à sua maneira e se adequando ao estilo de vida do público para o qual ele foi destinado. A nomenclatura às vezes pode acabar confundindo as pessoas, mas basta entender as diferenças entre eles que não restarão mais dúvidas.

Se você não conhece muito bem os modelos que existem no mercado imobiliário, continue por aqui para entender um pouco mais sobre o assunto. Você vai ver qual a diferença entre eles e o que se deve avaliar no momento da escolha. Vamos lá?

Quais os tipos de apartamentos existentes no mercado?

Apartamento padrão

Esse é o tipo mais comum de apartamento e é basicamente uma unidade de habitação que ocupa apenas uma parte do edifício, apresentando divisões bem definidas dos espaços internos. Ele é classificado pelo número de quartos de que dispõe, suítes e outros banheiros. Está presente na maioria dos empreendimentos multifamiliares do mercado.

Kitnet

Já este é um apartamento pequeno, cuja área total pode variar de 20 a 30 m², e que tem como principal característica a presença de apenas um cômodo, sem a divisão dos espaços internos — ou seja, a sala, o quarto e a cozinha ficam integrados no mesmo local, tendo só o banheiro à parte.

Flats

Os flats são um tipo de apartamento que faz parte de um prédio onde são oferecidos serviços de hotelaria, como refeitório, lavanderia, serviço de quarto, limpeza, dentre outros. Eles são construídos para utilização mista, ou seja, podem ser ocupados por moradores fixos que vão aproveitar de todos os serviços ou por um aluguel temporário, como é feito em hotéis de verdade. É um tipo de imóvel bastante confortável e ideal para pessoas que não dispõem de tempo, por conta da rotina corrida.

Coberturas

As coberturas são os apartamentos localizados no último andar dos edifícios, dispondo de dois pavimentos. Eles costumam apresentar algumas facilidades de luxo, que são os principais aspectos que os diferenciam das demais unidades do prédio. A sua área total construída é maior e eles ainda oferecem espaços de lazer externo, como churrasqueiras e piscinas.

Lofts

Os lofts são um tipo de apartamento que surgiu nos Estados Unidos, por volta dos anos 60. Eles fazem uma grande referência ao estilo de antigos galpões industriais ou comerciais que foram reformados para se tornarem residenciais. Ou seja, são apartamentos mais amplos, com divisórias, pé direito e janelas altas, e ainda contam com um mezanino, onde geralmente ficam os quartos.

Studio

Os apartamentos studio são um tipo de imóvel muito associado ao loft, por se assemelhar bastante com a infraestrutura daquele. Porém, o studio apresenta algumas divisões internas a mais do que o outro, trazendo por exemplo, um quarto privativo, delimitado com paredes.

Garden

Já o garden, ou também conhecido como giardino, é um tipo de unidade habitacional que fica localizada no térreo em prédio multifamiliares. Eles trazem as mesmas características de um apartamento padrão, porém tendem a ter uma área bem maior do que as demais unidades do prédio. Isso porque eles têm um acesso independente e exclusivo à área externa no prédio. Esse espaço pode ser aproveitado como um quintal ou jardim e até mesmo para colocar uma churrasqueira ou piscina, caso o prédio tenha características de alto padrão.

Duplex e triplex

O apartamento duplex se refere a um tipo de apartamento cujas características se assemelham ao padrão, porém que ocupa 2 andares do prédio, estando os pavimentos ligados por uma escada interna. Quando o apartamento ocupa 3 andares, ele passa a ser chamado de triplex. Geralmente, esse tipo de imóvel é bem mais caro do que as unidades padrão.

E a diferença entre cada um deles?

A diferença entre esse tipos de apartamentos pode ser notada principalmente pelo tamanho, já que cada um tem uma quantidade de área construída diferente e dispõe de determinado número de cômodos. Os apartamentos padrão são intermediários com relação a essa área.

Os flats, studios, lofts e kitnets geralmente são menores e têm em comum a não disposição de muita divisão entre os cômodos dos apartamentos. Porém, mesmo entre eles, há uma variação bem grande dos tamanhos, sendo kitnet o menor de todos.

Já as coberturas, os duplex, tripex e garden, são o tipo de apartamentos bem maiores que um padrão. Eles seguem as mesmas características da divisão de cômodos e espaços internos, porém sempre têm uma área a mais para ser oferecida ao morador.

E como no mercado imobiliário o preço de compra muitas vezes é determinado principalmente pela área, todos terão uma diferença relacionada ao que você precisar pagar para adquirir — mesmo que, em muitos casos, haja uma variação desse preço com relação à região e à infraestrutura do prédio onde as unidades residenciais estão localizadas.

O que avaliar para escolher o ideal?

Para poder escolher o ideal para você, é necessário levar em conta alguns fatores. O primeiro deles são as suas necessidades e as de sua família, porque isso vai determinar o tamanho do apartamento desejado e já traz à tona alguns tipos que você pode optar.

Em segundo lugar, é importante levar em conta quanto você tem disponível para poder investir no apartamento, já que o preço pode variar bastante de um tipo para o outro, e a escolha tem que ser por um que se adeque ao seu orçamento.

E, por fim, você deve considerar seu estilo de vida, isto é, se você vai morar sozinho ou com mais pessoas, se a sua rotina é muito agitada e corrida por conta do trabalho ou estudo, dentre outros aspectos. Dessa forma, você vai conseguir escolher o imóvel ideal dentre todos os existentes no mercado para poder comprar ou alugar.

Gostou de aprender um pouco mais sobre os tipos de apartamentos existentes no mercado imobiliário? Quer ver mais assuntos como esse? Comente no nosso post e nos diga o que você achou!

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-